Grêmio Campeão da Copa do Brasil 1994

Grêmio Campeão da Copa do Brasil 1994- 10 jogos
– 06 vitórias
– 04 empates
– 00 derrotas
– 13 gols pró
– 06 gols contra


goleadores:
– Nildo: 5
– Carlinhos: 3
– Gilson: 2
– Fabinho : 2
– Agnaldo: 1





Advertisements

Final – Grêmio 1 x 0 Ceará






 Grêmio 1 x 0  Ceará

GRÊMIO: Danrlei; Ayupe, Paulão, Agnaldo e Roger; Pingo, Jamir, Émerson e Carlos Miguel (Wallace); Fabinho e Nildo (Carlinhos)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

CEARÁ: Chico, Ronaldo, Aírton, Vitor Hugo e Claudenésio; Mastrillo, Ivanildo e Elói; Catatau, Jerônimo e Sérgio Alves
Técnico: Dimas Filgueiras

Final – jogo de volta
Data: 10/8/1994, Quarta-feira, 18h00min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre
Público: 49.263;
Renda:
R$ 259.736,00
Árbitro: Oscar Roberto de Godói (SP)
Cartões Amarelos: Carlos Miguel e Agnaldo (G); Chico, Ronaldo, Aírton, Mastrillo, Vitor Hugo, Catatau e Ivanildo (C)
Cartões Vermelhos: Sérgio Alves e Vitor Hugo (C)

Gol: Nildo (G), 3 minutos (1º tempo).

Final – Ceará 0 x 0 Grêmio

1ºtempo

2º tempo

“O time comandado por Dimas Filgueiras que contava, dentre outros, com os cearenses Ivanoé, Ronaldo Salviano, Airton, Claudemésio, Ivanildo e Jaime, desperdiçou a chance do título no jogo de ida contra o Grêmio, ao perder inúmeras chances de gol. Na ocasião, o Castelão recebeu um público pagante oficial de 53.915. Entretanto, duas horas antes do jogo, em comum acordo, a Federação Cearense de Futebol (FCF) e a Polícia Militar (PM), ´para evitar uma catástrofe´, mandou abrir os portões, já que não tinha como dar vazão à entrada dos torcedores e, assim, milhares entraram sem pagar. Vale lembrar que o Castelão, com sua capacidade anterior, estava completamente repleto.” (Diário do Nordeste, 09/08/2009)


 

CEARÁ: Ivanoé; Ronaldo, Aírton, Vitor Hugo e Ivanildo; Mastrillo, Zé Ricardo (Claudemir) e Elói (Cafu); Catatau, Jerônimo e Sérgio Alves
Técnico: Dimas Filgueiras

GRÊMIO: Danrlei; André Vieira, Paulão, Agnaldo e Roger; Pingo, Jamir, Émerson e Carlos Miguel; Fabinho e Nildo
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Final – jogo de ida
Data: 7/8/1994, domingo, 17:00
Local: Estádio Castelão, em Fortaleza
Público: 53.915;
Renda: R$ 139.789,00
Árbitro: Antônio Pereira da Silva (GO)

Cartões Amarelos: Jamir

Semifinal – Grêmio 2 x 1 Vasco

 

 

“O Vasco até que começou bem a partida. Seus laterais subiam ao ataque e o Grêmio (que tradicionalmente joga melhor fora do que em casa) parecia sentir o peso da responsabilidade. Logo aos 10m. a impressão que desta vez o líbero de Lazaroni (que ontem foi Jorge Luis) encontraria sua redenção. França foi derrubado na área e o juiz Márco Resende de Freitas marcou.
Só que William, com o goleiro gaúcho já caído no canto direito, chutou displicentemente para fora, no canto esquerdo. A partir daí, o Grêmio ganhou moral e começou a forçar mais” (Jornal do Brasil, 4 de agosto de 1994)

Colocado à frente da área do Grêmio, um centroavante grandalhão, algo desajeitado, vestindo a camisa do Vasco da Gama, escorava bolas para Willian e Yan. A cena repetiu-se com frequência no Olímpico, na noite de 3 de agosto de 1994.

– O centroavante era o Jardel e nos incomodou muito durante todo o jogo – sorri Roger Machado.

O atual auxiliar técnico de Renato Portaluppi tinha então 18 anos e ainda engatinhava entre os profissionais do Grêmio. A preocupação aumentou quando Jardel sofreu pênalti.

– Por sorte, Willian desperdiçou. Quando Jardel saiu do jogo, tivemos um refresco – diz Roger. (Zero Hora – 27 de outubro de 2013)

“O Grêmio, apesar de pior estruturado, também conseguia atacar. E foi assim, num lance confuso em que quatro gremistas invadiram a área após cruzamento de Fabinho que o centroavante Nildo fez 1 a 0. “Estamos ganhanhdo, mas a posse de bola está com eles”, admitiu o técnico Luiz Felipe ao final do primeiro tempo “ (Zero Hora – 04 de agosto de 1994)

“No segundo tempo, Luís Felipe acertou a marcação, mas o Vasco continuou perigoso. Émerson entrou e melhorou o time. Aos 27, ele cruzou para Nildo completar: 2 a 0. A torcida festejou gritando “bicampeão”. Aos 45, o Vasco fez 2 a 1 com Pimentel, Mas era tarde para evitar a festa gremista.” (Correio do Povo – 04 de agosto de 1994)

Grêmio 2 x 1 Vasco

GRÊMIO: Danrlei; Ayupe, Paulão, Agnaldo e Roger; Pingo, Jamir, Leônidas (Emerson) e Carlos Miguel; Fabinho e Nildo (Carlinhos)
Técnico: Luiz Felipe Scolari

VASCO: Carlos Germano; Ricardo Rocha, Jorge Luiz e Alexandre Torres; Pimentel, Leandro Ávila, França, William, Yan (Gian) e Cássio; Jardel (Hernande)

Técnico: Sebastião Lazaroni
 

Semifinal – jogo de volta

Data: 3/8/1994, Quarta-feira, 21h00min
Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre
Público: 34.420 (29.693 pagantes)
Renda: R$ 148.625,00
Árbitro: Márcio Rezende de Freitas (MG)
Auxiliares: Marco Antônio da Cunha e Marco Antônio Martins

Gols: Nildo, aos 21 minutos do1° tempo; Nildo, aos  27 minutos e Pimentel aos 45 minutos do 2° tempo

Semifinal – Linhares 0 x 1 Ceará

LINHARES: Hiran; Leandro, Cerezzo, Sacola (Julinho), Rogério Tatú; China, Igor, Gersinho; Dico Maradona (Cassio), Vandick, Arildo.
Técnico: Gilberto Alves (Gil)

CEARÁ: Chico; Ronaldo, Airton, Vítor Hugo, Claudemezio; Mastrillo, Ivanildo, Elói (Zé Ricardo); Catatau, Gerônimo (Da Silva]), SérgioAlves.
Técnico: Dimas Filgueiras Filho

Semifinal – Jogo de volta
Data: 30/7/1994 – Sábado – 18:00
Local: Engenheiro Alencar Araripe,Cariacica-ES
Juiz: Sidrak Marinho dos Santos-SE
Cartões Amarelos: Chico, Claudemezio, Mastrillo, Zé Ricardo

Gol: Sérgio Alves 37/1T

Semifinal – Vasco 0 x 0 Grêmio




VASCO: Carlos Germano; Pimentel, Ricardo Rocha, Torres e Cássio; França, Luisinho, Yan e William; Jardel e Valdir (Hernande)
Técnico: Sebastião Lazaroni

GRÊMIO: Danrlei; Ayupe, Paulão (Luciano), Agnaldo e Roger; Pingo, Jamir, Emerson (Leônidas) e Carlos Miguel; Nildo e Fabinho
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Data:24/7/1994, Domingo, 16h00min
Local: Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro
Público: 8.651
Árbitro: João Paulo Araújo (SP)

Cartões Amarelos: Carlos Miguel, Leônidas

Semifinal – Ceará 0 x 0 Linhares

CEARÁ: Chico; Cafu, Airton, Aldemir, Claudemezio; Ivanildo, Ronaldo, Elói; Catatau, Gerônimo, Sérgio Alves (Zé Ricardo).
técnico: Dimas Filgueiras Filho

LINHARES: Hiran; Leandro, Silvinho, Cerezzo, Luciano (Rocha); China, Rossi, Igor, Gersinho; Vandick (Cassio), Arildo.
Técnico: Gilberto Alves (Gil)

Semifinal – jogo de ida
Data: 23/7/1994 – Sábado – 18h00min
Local: Castelão,Fortaleza-CE
Juiz: Wilson de Souza Mendonça-PE
Cartões Amarelos: Leandro, Silvinho, Rossi